Concursos públicos: é possível estudar com poucas horas?


Concursos públicos: é possível estudar com poucas horas?

Uma das preocupações dos concursandos é de montar um planejamento de estudos com pouco tempo disponível. Em muitos casos, a rotina conta com outros afazeres e nem sempre é possível montar uma jornada com longas horas de estudos para concursos públicos.
                                                                             
Conversamos com a professora Natale Souza, mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Feira de Santana (UEFS) e professora na área de concursos públicos, que deu dicas essenciais para quem quer montar uma rotina de estudos e não dispõe de amplo tempo livre. É possível estudar com poucas horas disponíveis?

A resposta para a pergunta acima é sim! É possível montar um planejamento de estudos com poucas horas disponíveis, considerando que o tempo de estudo será com qualidade. A professora Natale Souza reforçou que o exagero na carga horária pode acarretar problemas de saúde. "Há relatos de pessoas que afirmam estudar 12 horas ininterruptas diariamente, eu não posso garantir que essa pessoa não passará, mas diversos estudos comprovam que o nosso cérebro não consegue absorver tantas informações densas e de forma continua, logo, estudar de forma não-planejada pode acarretar em diversos problemas, inclusive, de saúde", diz.

Para Natale Souza antes de tudo é necessário diálogo e planejamento para poder conciliar os estudos para concursos públicos com outros afazeres. O diálogo é importante para auxiliar na rotina diária com família, amigos ou cônjuge. 

"Primeira coisa que qualquer candidato deve saber, tenha ele horas ou minutos de estudos por dia, é qual o seu objetivo. Definido isso, é necessário que haja um planejamento dividido em três subplanejamentos, que aqui iremos chamar de estratégico, gerencial e operacional. Na parte estratégica é fundamental que o candidato coloque de forma ampla todos os passos necessários para a sua aprovação, desde o início do estudo, tempo necessário por dia, estrutura necessária, etc. Já no nível gerencial, é importante que o candidato analise por partes, como vou fazer para estudar tais disciplinas, quais tenho mais dificuldade, quais começo primeiro, etc. No nível operacional, estamos falando de ações diárias, consegui estudar o planejado hoje, se não, como posso equilibrar para que tudo funcione conforme a minha estratégia? Importante salientar que nada aqui é imutável, pelo contrário, o candidato deve sempre considerar as possíveis variáveis e os ajustes necessários ao longo da jornada", reforça.

A definição do cronograma de estudos é parte fundamental do planejamento, por isso, os alunos do Gran Cursos Online possuem uma ferramenta intuitiva que cria em poucos minutos um cronograma completo e adaptável para as mais diversas rotinas. Com essa ferramenta, é possível selecionar a carga horária para cada dia da semana. A ferramenta está disponível no espaço do aluno, na lateral esquerda.
A professora Natale Souza ainda indica uma técnica para concursandos que possuem pouco tempo para os estudos. "Para aqueles que tem poucas horas de estudos, indico sempre estudar com questões. Não a simples resolução de questões, mas dosar teoria e questões. Há candidatos que já trazem uma bagagem muito boa de estudos e dominam certos assuntos, nesse caso, ele pode revisar os assuntos através de resolução de questões e focar na teoria de assuntos nunca vistos ou os quais tenha dificuldade. Indico sempre além de resolver as questões, que o candidato comente aquelas que ele errou, dessa forma terá contato direto com a teoria", finaliza.


Deixe seu Comentário