Concurso PRF: Informações e dicas de como se preparar


Concurso PRF: Informações e dicas de como se preparar

O projeto básico de edital para o concurso PRF 2021 está em tramitação, de acordo com o diretor-executivo da corporação, José Lopes Hott. Sendo assim, o lançamento pela Polícia Rodoviária Federal deve ocorrer em breve.
                                                                             
Para a admissão no próximo ano, os salários oferecidos pela PRF chegam a R$ 10.357,88 para nomeados de nível superior. A saber, não há previsão ainda para liberação de edital para nível médio.

Desse modo, quem deseja participar do certame deve apresentar certificado de conclusão no nível superior (em qualquer área), assim como carteira nacional de habilitação (CNH) na categoria "B".

De acordo com as últimas provas relativas ao concurso da Polícia Rodoviária Federal, haverá questões de múltipla escolha de conhecimentos específicos, além de prova discursiva, teste de aptidão física, exames de saúde, avaliação psicológica. Todas essas etapas de caráter eliminatório e classificatório.
Logo após, deve-se aplicar a investigação social, de caráter eliminatório, assim como avaliação de títulos, de caráter classificatório, e curso de formação profissional.

Comece a estudar o quanto antes

Alguns concurseiros têm hábito de começar a estudar somente depois da divulgação do edital. Entretanto isso não ajuda muito, apesar de ser essencial conhecer o que o documento estabelece.
Há como se preparar antes apostando no aprendizado de matérias corriqueiras no certame da PRF. Física, legislação de trânsito, língua portuguesa e os testes físicos, por exemplo, não correm risco de saírem do edital.

Portanto, vá se organizando nestas matérias o quanto antes para sair à frente dos demais candidatos. Muitos relatos mostram que o atraso no estudo custou a vaga por pouco. Então, evite que isso aconteça com você.

Leve o edital do concurso PRF a sério

Assim que o edital for divulgado, leia-o com atenção e anote os pontos principais para que você se prepare conforme tudo o que consta ali.

Se você seguiu a dica anterior, já está inteirado com as principais matérias, além do TAF (Teste de Aptidão Física). Mas no edital haverá outras informações importantes e que merecem o seu conhecimento.

Conheça a banca organizadora

Os últimos concursos da PRF foram organizados pelo Cebraspe, antigo Cespe. De acordo com concurseiros experientes, apesar da banca gerar muitas críticas em relação à forma de avaliação, confere questões bem característica, o que ajuda no estudo por questões.

Falando nisso, não deixe de incluir em seus estudos a resolução de questões do Cebraspe ou então de outra banca, caso ocorram mudanças nesse sentido.

Todas as matérias são importantes

Muito se especula sobre o peso das matérias cobradas no concurso PRF. Afinal, em cada certame percebe-se uma tendência na dificuldade, assim como na quantidade das disciplinas. No último concurso, por exemplo, legislação de trânsito surgiu com potência total.

Entretanto, não caia na cilada de focar em uma ou outra matéria e se esquecer das demais. Ou então deixar as outras em segundo plano, estudar menos, etc. Todas as disciplinas têm a mesma importância. Isso porque um desempenho ruim em qualquer uma delas pode custar a sua aprovação.

Desse modo, indicamos que você monte um cronograma de estudos com todas as matérias e assinale aquelas que têm mais dificuldade. Priorize estas, mas intercale com as demais.

Prepare-se para os exames médicos

Logo após a aplicação da prova objetiva, os candidatos à PRF passarão por exames médicos. No edital consta todas as exigências nesse âmbito, então de antemão você já consegue correr atrás do que pode não seguir os conformes. Como, por exemplo, um tratamento básico odontológico.

No último certame foi exigida a seguinte lista:
  • Hemograma completo e VHS;
  • Glicemia de jejum;
  • Perfil Lipídico (CT, LDL, VLDL, HDL e Triglicerídios);
  • Dosagem de eletrólitos (sódio, potássio, magnésio, cálcio e cloretos);
  • Tipagem sanguínea - ABO e fator Rh;
  • Ureia;
  • Creatinina;
  • V.D.R.L (sorologia para Lues);
  • Pesquisa para Doença de Chagas (imunofluorescência ou reação Machado e Guerreiro);
  • Exame de urina (E.A.S - elementos anormais e sedimentoscopia); e
  • Exame parasitológico de fezes.

Treine para o TAF do concurso PRF

Outra parte que compõe o concurso PRF é o Teste de Aptidão Física (TAF). Essa etapa consiste em provas para comprovar o desempenho dos candidatos em diversas atividades físicas, como corrida e natação, por exemplo.

Os treinos, a saber, também devem fazer parte de sua preparação para concursos militares, pois sem eles fica difícil de competir com os concorrentes.


Deixe seu Comentário