Concursos: Técnicas para "estudar ensinando" comprovadas cientificamente


Concursos: Técnicas para "estudar ensinando" comprovadas cientificamente

O estudo ativo está entre as melhores maneiras de estudar para qualquer meta. Ele consiste em aplicar o conhecimento aprendido de diversas formas, inclusive passando-o para frente. Ou seja, ensinando as informações.
                                                                             
Cientificamente, ensinar alguém ou até a si mesmo - sim, é possível - traz inúmeros benefícios para a aprendizagem e retenção das matérias estudadas.

E quem estuda para concursos públicos sabe bem o quão difícil é memorizar todas as disciplinas, uma vez que há uma lista imensa para aprender.

Explicar a alguém
De acordo com Peter Doolittle, professor da universidade Virginia Tech, a memorização de informações só ocorre com eficiência e durabilidade quando há a prática. Ou seja, a pessoa não somente consome os conteúdos, mas os leva adiante escrevendo e ensinando outras pessoas.

No estudo para concursos públicos isso pode funcionar muito bem, mesmo que você não tenha nenhum colega concurseiro estudando para a mesma área.

Além de seu tradicional cronograma de estudos, procure trabalhar os conteúdos aprendidos ativamente. Faça suas anotações e estude-as para depois explicar a alguém o que você entendeu sobre o assunto.

Pode ser algum familiar, um amigo, o marido ou a esposa, por exemplo. Isto é, uma pessoa para ser a sua cobaia. Caso tenha um colega concurseiro, será ainda melhor e mais efetivo, já que ele terá maiores noções do assunto.

Ensinar a si mesmo
Nem sempre temos pessoas à disposição para ouvir e aprender conosco. Fique tranquilo se isso ocorrer com você. Afinal, de acordo com muitos especialistas, estudar de verdade é algo solitário.

Nesse sentido, você pode simplesmente ensinar a si mesmo após aprender determinado conteúdo. Mas o ideal é que isso não demore muito para acontecer para não deixar ?esfriar? a informação na cabeça.

Pesquisadores da Universidade de Michigan sugerem que os estudantes encarem a rotina de estudos sempre fazendo pausas e se questionando. A melhor dica é expor os assuntos em voz alta, seguindo as anotações e demais resumos.


Deixe seu Comentário