Concurso Senado Federal: banca atrasa, mas deve ser anunciada nos próximos dias


Concurso Senado Federal: banca atrasa, mas deve ser anunciada nos próximos dias

O concurso público do Senado Federal tem expectativa de ser liberado em breve. A Casa Legislativa recebeu oito propostas de bancas interessadas em organizar o seu novo concurso público.
                                                                             
A comissão organizadora ainda analisa as propostas enviadas por cada banca. De acordo com o presidente da comissão organizadora do edital Senado, Roberci Ribeiro, a contratação da banca organizadora seria finalizada até junho, o que acabou não acontecendo. A empresa deverá ser definida no início deste mês.

Ainda segundo ele, os dados recebidos vão possibilitar que o Senado identifique o quanto o concurso vai custar, além do valor da inscrição e demais características da instituição a ser contratada.

"Esse é um procedimento interno de instrução da contratação. O intuito é identificar o preço médio e, com base nos aspectos técnicos jurídicos, econômicos, financeiros, fiscais e trabalhistas, saber quais instituições demonstram melhores condições de executar o concurso", disse.

Veja quais bancas organizadoras enviaram suas propostas:

Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe);
Instituto Acesso de Ensino, Pesquisa, Avaliação, Seleção e Emprego;
Instituto AOCP;
Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC);
Instituto De Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan);
Instituto Mais de Gestão E Desenvolvimento Social (Imais);
Fundação Getúlio Vargas (FGV);
FUNRIO - Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Assistência à Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e ao Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

De acordo com o documento de autorização, serão 40 vagas imediatas mais cadastro de reserva para o quadro efetivo da Casa. As oportunidades serão para candidatos de níveis médio e superior.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, Roberci informou que ainda não é possível liberar o concurso Senado. No entanto, os trâmites internos para abertura do concurso seguem em andamento.

"Depois que conseguir o valor e identificar a instituição a ser contratada, terá o trâmite ordinário de contratação da Casa. É preciso submeter a proposta ao Comitê de Contratação, à Diretoria-Geral e à avaliação da Primeira-Secretaria e do presidente do Senado. Têm ainda uns caminhos até anunciar quando o edital sairá", informou.

Cargos vagos

Enquanto o edital não sai, a Casa acumula o quantitativo de 1.459 cargos vagos, até dados do mês de maio de 2020.

Os cargos vagos no Senado Federal são resultados de aposentadorias, mortes, exonerações e desligamentos em geral. De acordo com os dados do Senado, faltam profissionais nos cargos de analista legislativo (584), policial legislativo (177), advogado (05), entre outros cargos.

Para analista legislativo, os cargos vagos são em diversas especialidades. Destacam-se os postos de Processo Legislativo (232) e Administração (112).


Deixe seu Comentário